Ser_mãe_é_uma_experiência_profunda
MARI FARREL
07:30

MARI FARREL

Então, vamos lá... Não me lembro bem onde eu conheci a Mari. Já faz um tempinho e eu já morava aqui no Rio... e, sobre essa WOMOM, eu tenho um dia muito especial para falar. Estava eu em novembro de 2018 num festival de música e lá pro finalzinho, eu já estava mais pra lá do que pra cá, choviaaaaaa pra cacete em Itaipava e no meio do show de Baiana System me chega ela e fala: “ Mari, preciso te contar uma coisa que quase ninguém sabe e eu preciso falar com você porque das pessoas que eu conheço você é uma das que eu mais admiro e sei que cê vai saber o que dizer”. Foi aí que ela me disse: “ tô grávida, tô com medo, não sei o que fazer”. Nossa! Como eu fiquei feliz. Comecei a falar a full pra ela que essa era a melhor coisa da vida. Que ela não fazia ideia de como era INCRÍVEL ser mãe, que era cansativo, exaustivo mas que não existia sensação mais forte, verdadeira que ela poderia sentir na vida. Falei, falei, falei.... ela ouviu atentamente com os olhos arregalados ( e olhe que ela tem o olho bemmmm apertadinho ) de: “ meu Deus... o que está por vir “.... Não sabia eu que naquela altura eu TAMBÉM estava grávida da Maria. Soube 1 mês depois e cara: que susto que eu tomei. Fiquei sem chão. Depois de já ter um filho de 13 anos, eu grávida, foi mais assustador do que ela me contando que ia ser mãe! Gente, o jogo virou e quem me deu ombro foi ela! Só tenho uma coisa pra falar: a vida prega peças! :) Mari, eu sabia do fundo do coração que você sentiria o maior amor do mundo. E eu sou tão feliz de ter tido você perto de mim no mesmo momento que tantas coisas mudaram pra gente que vc nem sonha! :) Um beijo grande pra tu. Mulher e Mãezona do caralho! ❤️❤️❤️❤️ isso é que é WOMOMMMMM!
RENE PATRIOTA
01:58

RENE PATRIOTA

Lá vem ela. Eu não podia deixar de colocar minha mãe na roda. Óbvio que ela também tinha que falar sobre sua experiência de ser mãe de quatro filhos. Vale salientar que ela disse: só caso se eu engravidar! Hahahaha vê se pode! Conhecendo ela desde a sala de parto, posso dizer que essa daí pode quase tudo! Médica, advogada, e tudo mais que você puder imaginar, além dos 4 filhos ela ainda arrumava mais 1000 se pudesse!! Os aniversários lá em casa era a família, os amiguinhos e uma penca de crianças carentes que estavam nas ruas. Ela pegava todo mundo que via pela frente e tacava dentro de casa pra comemorar com a gente. Falava assim: “ mariana, Chico, Renata e Felipe... vão logo Pegando algumas roupas de vcs porque esses meninos vão todos ficar lindos e cheirosos pra cantar parabéns e participar da festa de vcs”. A gente era pequeno e não entendia direito o que ela tava fazendo, mas hoje, não tem um lá em casa que não tenha aprendido a lição. Eu tenho tantas histórias dessa pessoa pra contar que não caberiam aqui e essa foi uma das que me veio em mente. Pra ela filho são todos os que estão ali. Os que ela gerou e os outros que ela resolve cuidar também. Fez da nossa casa uma escola pra ensinar a constituição para meninos da rua, não pode ver ng numa situação injusta que para o que tiver fazendo pra dar suporte de alguma forma. O que essa daí puder fazer ela vai fazer. Inclusive já dei uma opinião ( e ela nem ouvidos me deu ) : “ mãe, agora que tá todo mundo grande, vai cuidar de você... vai viver um pouco... “. E ela olha pra mim e fala: “Oxente, menina... isso é que é vida”! E quem sou eu pra discordar, não é mesmo? Só digo que o melhor do vídeo é o final!